Blog do Constantino Neto - Polêmico mas verdadeiro! Blog do Constantino Neto Zé Doca Maranhão

NEUROPLASTICIDADE ” A MUDANÇA DE PARADIGMAS'”

Neuroplasticidade
A capacidade de estabelecer novas conexões neurais ou reorganizar as conexões existentes. Elas são pontes feitas entre células nervosas para a transmissão de informações por meio de sinais elétricos ou químicos .
Quando você se esforçar conscientemente a fim de controlar seus pensamentos e sentimentos, você altera a programação química do seu cérebro.
Mediante condicionamento, disciplina, e novas posturas, novas entradas neurológicas se abrem no cérebro .
Metanoia ajuste do foco e a correção das anomalias da visão. Mudança de mentalidade …renovar a mente ….mudanças de crenças…tudo isso se aplica aqui.
Segundo Sun Tzu a batalha é ganha ou perdida antes que seja lutada. É como se você estivesse programado internamente para o sucesso ou para a derrota.
Jonh Maxwell diz que devemos investir tempo ,força, e recursos naquilo que você é realmente bom.
Para a Psicologia Positiva, fala que as deformidades não devem ser ignoradas, mas o foco principal deve ser o desenvolvimento dos pontos fortes das pessoas (
Resumindo: não faça publicidade do que deu errado pare de reclamar, reclamar é clamar duas vezes. Se ocupe e não se preocupe. Quanto mais você pensar nas circunstâncias, mais terá dificuldade para viver.
E com sua mente que você decide escolher. A chave está em seus pensamentos.
O universo foi programado para conspirar para o nosso bem. Qualquer coisa fora dessa ordem foi sabotado internamente e precisa ser reprogramado. Sua ênfase não é sobre os seus erros, mas seus acertos.

Por Lisiane Paiva

COMO REDUZIR OS RISCOS DE QUEDA EM IDOSOS

Prevenção de quedas em idosos é tarefa difícil ,devido a variedades de fatores que predispõe .

 Os fatores podem ser relacionados ao próprio envelhecimento:

1-Diminuição de reflexos

 2-Acuidade visual

 3-Fatores relacionados a diversas doenças como: a osteoporose, Parkinson , uso de medicamento são fatores que devem ser levados em consideração.

 Os fatores externos também devem ser prevenidos .

 Estratégias simples como:

1-Ambientes bem iluminados , onde o idoso faz a maior parte do seu trajeto

 2-Paredes devem ser claras

 3-Não deve ter tapetes ou pisos ou qualquer objetos escorregadios

4-Os móveis devem ter alturas adequadas , facilitando assim o movimento de sentar-se e levantar-se com segurança.

5- Devem ser colocados suportes e corrimões e outros acessórios de segurança, como por exemplo, interruptores que brilhe no escuro.

6-Os armários devem ser de fácil acesso, evitando lugares mais altos, para as atividades do dia a dia.

 7-Os alimentos , louças e acessórios de cozinha tudo deve ser de fácil acesso

 8-Os sapatos com solas anti -derrapantes, sem cadarços para não desamarrar

 9-Evitar chinelos principalmente com meias.

10- Sapatos altos e com sola lisa deven ser evitados

 11-Roupas com sobras, devem ser evitados para não tropeçar.

São rotinas necessárias para cuidar dos nossos idosos.

NAO SE ESQUEÇA, VOCE TAMBEM VAI SER UM IDOSO…

Por Lisiane Paiva

COMO AVALIAR A CAPACIDADE DO IDOSO

Hoje são mais de 20 milhões de brasileiros na terceira idade,sendo que 13% sofre com dificuldades para realizar as tarefas diárias. É neste cenário que devemos observar a pessoa da 3 idade para garantir o seu bem estar e a qualidade de vida.
As atividades da vida diária como:
Trabalhos domésticos, subir escadas, vestir-se, cosinhar , tomar banho, curvar-se, levantar-se são tarefas comuns que uma pessoa deve ser capaz de realizar para viver de forma independente. São chamadas de “AVDs”.
Essas tarefas básicas são observadas no idoso para avaliar a capacidade de viver sem um cuidador na sua rotina diária.

QUAIS OS PRINCIPAIS EXEMPLOS A SEREM OBSERVADOS:

1- O idoso é capaz de preparar a sua própria comida?
2- o idoso é capaz de cuidar da sua higiene pessoal?
3- O idoso é capaz de fazer as suas proprias compras diárias?
4- O idoso é capaz de ligar ou receber chamadas telefônicas de forma independente?
5- O idoso é capaz de se locomover, sair ou andar nas ruas?
6- O idoso é capaz de pagar ou administrar seus próprios rendimentos ou finanças?.
7- O idoso é capaz de controlar e tomar seus próprios remédios de forma adequada?
O grande desafio está em reconhecer a importância na indicação de um cuidador quando se fizer necessário.

Por: Dra. Lisiane Paiva – Fisioterapeuta